Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page
ajudem-nos
gostaram desse novo visuall?
Sim
Não
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (3476 votos)




ONLINE
1






 

Clique-me e siga-me no Twitter

Web Site Monitorado pelo Sentinela Web

Serviço de Monitoramento Sentinela Web

 

 

 

 

 

Link112

Link112


Historia dos IPad

Historia dos IPad

Em 3 de abril de 2010, há exatos três anos, o iPad começava a ser vendido de forma oficial nos Estados Unidos. Apresentado em janeiro daquele ano pela Apple, o aparelho foi responsável por criar o mercado de tablets, que ainda lidera. Segundo a iDC, o iPad fechou 2012 com 53% do mercado contra 42% dos tablets Android – a consultoria prevê que o sistema do Google passe a liderar o segmento até dezembro de 2013.

Deste então, o gadget que foi chamado de “mágico e revolucionário” por Steve Jobs em 2010, já registra um total de mais de 120 milhões de unidades de vendidas. Foram quatro versões com a tela “normal”, de 9,7 polegadas, além de uma edição menor, chamada de iPad Mini e que traz um display de 7,9 polegadas.

Nesses três anos, o tablet da Apple viu a chegada de muitos e muitos rivais, mas continua firme no topo do ranking, apesar dos esforços de fabricantes como Samsung, Motorola, BlackBerry e Microsoft mais recentemente.

Confira abaixo um breve histórico  (e um infográfico) sobre os quatro iPads “padrão” e o iPad Mini, que ainda não foi lançado de forma oficial no Brasil – apesar de já ter recebido a homologação da Anatel.

Leia também:

- Tudo que você precisa saber antes de comprar um iPad

ipad2_cores.jpg
Lançado em 2011, iPad 2 (foto) continua sendo vendido pela Apple

iPad 1

Apresentado em janeiro de 2010 em meio a muita expectativa, o aparelho foi um enorme sucesso ao preencher a lacuna entre “um smartphone e um laptop”, como definiu Jobs na época. Com preços a partir de 499 dólares nos EUA, que se mantém iguais até hoje no país, o aparelho registrou ótimas vendas e deu início a “corrida dos tablets”. Disponível apenas na cor preta.

iPad 2

Menos de um ano depois, em março de 2011, foi a vez do iPad 2 chegar trazendo algumas melhorias em relação ao original, como o processador dual-core A5 mais rápido. Além disso, a segunda geração do iPad era 33% mais fina do que o antecessor e ganhou uma câmera frontal para videochamadas e suporte para vídeos em HD na câmera traseira. A partir dessa versão, a Apple passou a lançar o aparelho em duas cores: preto e branco.

No entanto, a maior surpresa no anúncio do iPad 2 ficou por conta da presença de Steve Jobs, que estava de licença médica na época. O cofundador da Apple faleceu em outubro daquele ano.

iPad 3 (ou Novo iPad)

Lançada com muito barulho em março de 2012, a terceira geração do tablet trazia a Tela Retina, de altíssima resolução, como seu maior trunfo. O aparelho ficou um pouco mais grosso e espesso e irritou muitos usuários, que reclamaram de problemas de superaquecimento do produto. 

iPad 4 (ou iPad com Tela Retina)

Apenas sete meses depois do iPad 3, a Apple surpreendeu a todos e lançou a quarta geração do tablet. Com design idêntico e poucas novidades em relação ao antecessor, o lançamento irritou os consumidores que haviam comprado o iPad 3 no início daquele ano – a Apple foi inclusive alvo de processos na justiça nos EUA e Brasil por conta disso. Para diversos analistas, os problemas de superaquecimento do iPad 3 e a introdução do novo conector Lightning foram as principais razões para o fim “prematuro” da terceira geração do tablet.

iPad Mini

Após muitos rumores, a Apple finalmente cedeu a pressão dos rivais Android, disponíveis em diversos tamanhos, e apresentou uma versão menor do iPad – no mesmo evento em que lançou o iPad 4. Com tela de 7,9 polegadas, o Mini possui uma proporção de tela igual aos modelos com display maior, de 9,7 polegadas, o que permite aos usuários rodarem todos os aplicativos normalmente. A principal crítica ficou por conta do preço, 329 dólares nos EUA, e o fato do aparelho não trazer Tela Retina, a exemplo dos iPads 3 e 4.

Preços do iPad no Brasil

Apesar de ser vendido pelos mesmos valores desde 2010 nos EUA (a partir de 500 dólares), o iPad já teve diversos preços praticados no Brasil. A má notícia é que os valores aumentaram por aqui nesse período.

Na época do lançamento do primeiro iPad, em dezembro de 2010, o tablet custava 1.650 reais em sua versão de entrada, com 16GB e Wi-Fi. O iPad 4, versão mais recente do modelo “padrão” do tablet, atualmente tem preços a partir de 1.750 reais na loja online da Apple Brasil. O mais curioso disso é que o iPad 3, lançado em março de 2012 nos EUA, chegou ao Brasil dois meses depois custando 1.550 reais – 200 reais a menos do que o cobrado pelo seu sucessor no país.