Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page
ajudem-nos
gostaram desse novo visuall?
Sim
Não
Ver Resultados

Rating: 3.1/5 (3476 votos)




ONLINE
1






 

Clique-me e siga-me no Twitter

Web Site Monitorado pelo Sentinela Web

Serviço de Monitoramento Sentinela Web

 

 

 

 

 

Link112

Link112


Qual melhor sistema operacional do mercado?

Qual melhor sistema operacional do mercado?

 

Qual sistema operacional é melhor: Windows, Linux ou Mac OS?

 

ter, 03/07/12
por ronaldoprass |
categoria Coluna

 

Uma tema que parece nunca se esgotar e que muitas vezes rende grandes discussões é sistemas operacionais. A coluna Tira-dúvidas já apresentou como se instala o Ubuntu (distribuição GNU/Linux), e as versões de avaliação do Windows 8, da Microsoft, no PC. Frequentemente, também, respondo a dúvidas postadas na área de comentários sobre o Mac OS X, sistema da Apple.

Entre um comentário e outro, é possível perceber franca predileção por um determinado sistema. Inclusive, alguns leitores se posicionam advogando a favor do seu sistema favorito. Mas, afinal, quem é o melhor? Qual é o sistema mais seguro? Usar software livre é coisa de nerd? Somente o Windows está sujeito a pegar vírus? São muitos os questionamentos e afirmações sobre o assunto e, por essa razão, a coluna irá tratar desse tema tão polêmico e ao mesmo tempo tão apaixonante que desperta os “brios” de usuários de computadores no mundo inteiro.

Os computadores pessoais, definitivamente, estão cada vez mais pessoais pois são considerados companheiros inseparáveis para a automação de diversas tarefas. E, claro, para o entretenimento (navegar na internet, conversar por mensageiros instantâneos, jogar, escutar músicas e assistir a filmes). Cada usuário tem o seu perfil, que de acordo com as necessidades, o hardware apropriado pode ter um valor elevado. Mas, invariavelmente, o hardware por si só não é nada sem um sistema operacional instalado. E é nele que são instalados os programas que efetivamente tornam o equipamento em algo útil.

O Microsoft Windows é o sistema operacional mais usado em desktops no mundo (Foto: Reprodução)

Windows
O sistema operacional mais usado no planeta tem a sua versão corrente denominada Windows 7 e, em breve, deve receber seu sucessor, o Windows 8. Ele foi lançado oficialmente em agosto de 1993 para permitir que os usuários pudessem contar com uma interface gráfica para operar o PC. Desde então foram inúmeras as versões vendidas no mercado. A que que permaneceu por muitos anos e que está instalada em muitos computadores é a versão XP do Windows.

É preciso distinguir o emprego do sistema. Nessa coluna serão levados em conta apenas aspectos relacionados ao uso de sistemas operacionais no PC desktop. O sistema operacional Windows movimenta um mercado milionário de vendas de licenças. Os valores cobrados variam de acordo com as edições e, em cada uma delas, são incluídas funcionalidades adicionais.

O valor da licença varia de acordo com as edições do Windows 7 (Foto: Divulgação)

Os valores cobrados ao consumidor final variam de R$ 125 para a versão Windows 7 Starter (mais simples) até R$600 pela versão Windows 7 Ultimate (mais completa). Existem outras edições intermediárias com os seus respetivos valores. A tabela completa comparativa de funcionalidades entre as edições do Windows pode ser visualizada no site da Microsoft.

Em qualquer uma das edições é possível instalar o Microsoft Office para a criação e edição de documentos texto, planilhas de cálculo e apresentações. Há outros programas como os de edição de imagem, áudio, vídeo e games. Nele também podem ser instalados adicionalmente os navegadores de internet, Google Chrome, Mozilla Firefox, Opera e Safari. É um sistema operacional que serve de plataforma para atender às diversas necessidades, desde estudantes que querem fazer os trabalhos da escola, até programadores de sistemas que precisam desenvolver os seus softwares.

O Mac OS X é o sistema operacional da Apple (Foto: Reprodução)

Mac OS X
O sistema operacional desenvolvido e comercializado pela Apple se destina à sua linha de computadores. O Mac OS X é o sistema operacional de código fechado baseado no kernel Unix chamado OpenDarwin. Diferente do Microsoft Windows, não existem edições de uma mesma versão do sistema. Ou seja, a versão instalada sempre terá todos os recursos disponíveis ao usuário. Entretanto, por ser destinada a equipamentos fabricados pela Apple, o sistema operacional não tem o seu uso recomendado a computadores de outras fabricantes. O custo da licença do Mac OS X é relativamente baixo, se comparado com a licença da edição mais completa do Windows 7, cerca de US$ 30 .

Embora a instalação do Mac OS X seja restrita a equipamentos fabricados pela Apple, muitos usuários recorrem a versões não oficiais do sistema e as instalam em seus PCs. Essa prática também é conhecida como Hackintosh, embora o fabricante de processador dos Macs seja o mesmo para PCs e a linha de chips seja similar. Um computador não se resume apenas a marca, modelo e arquitetura de processador.

Comercialmente essa característica pode parecer decisiva, outras aspectos diferenciam um Mac de um PC. Ainda assim, instalar o Mac OS X quebra os termos de licença do usuário. As versões de hackintosh são modificadas para que ocorra a compatibilidade de hardware, mas não há garantia alguma de que o procedimento dê certo ou de que o sistema será executado com 100% de compatibilidade em todos os PCs dotados com processadores Intel.

Os Macs possuem funcionalidades equivalentes às encontradas no Windows, e em muitos casos os seus usuários as consideram mais úteis. Boa parte dos programas encontrados no mercado e destinados para o Windows, também possuem versões para o Mac OS X. Para games, dependendo da preferência do usuário, esse pode ser um aspecto negativo, já que nem todos os títulos encontrados para o Windows estão disponíveis para o Mac.

O Ubuntu é uma das distribuições Linux mais popular entre os adeptos ao sistema de código aberto (Foto: Reprodução)

GNU/Linux
Diferente do Mac OS X e  do Windows 7, o Linux tem o seu desenvolvimento e distribuição num modelo de negócio totalmente diferente da Apple e da Microsoft. Sendo o maior ícone do “movimento de software livre”, os usuários que optaram pelo sistema operacional do pinguim não encontram apenas uma versão para instalar no PC, mas centenas delas.

As distribuições mais populares e com comunidades mais atuantes, o que não necessariamente a  implica em melhor ou pior, são Linux Mint, Ubuntu, Debian, Fedora, OpenSUSE e CentOS. Cada uma dessas distribuições apresentam as suas particularidades como o suporte aos diferentes tipos de hardwares encontrados no mercado, período de liberação de uma nova versão, funcionalidades específicas que representam melhorias na experiência do usuário.

Por se tratar de um sistema operacional de código aberto, o Linux acaba “caindo nas graças” de quem busca um sistema operacional que permita customizações. É evidente que, para realizar modificações no sistema, é preciso ter conhecimentos avançados em relação a de um usuário que quer apenas usar o seu computador.

Para muitos é vantajoso superar essa curva de aprendizado pois o resultado final pode originar uma versão totalmente personalizada de acordo com as preferências do seu usuário. A maioria das distribuições Linux, além de ter o seu código aberto, também são distribuídas gratuitamente por download. Mas vale salientar que se o usuário optar em apenas usar o sistema, sem ter que aprender linguagens de programação, ainda assim ele pode ser uma excelente alternativa para quem busca um sistema operacional leve, produtivo e estável.

Mitos e verdades sobre os sistemas operacionais

A coluna Tira-dúvidas, selecionou algumas das perguntas mais frequentes sobre os sistemas operacionais Windows, Linux e Mac OS X.

Afinal, qual é o melhor sistema operacional?
É comum querer ter o que há de melhor quando se está adquirindo um produto, mas quando o assunto é tecnologia, a resposta mais apropriada é “depende”, pois a melhor tecnologia é aquela que melhor atende a necessidade do usuário. Nem sempre o custo da tecnologia serve como aspecto determinante para a sua escolha. Por isso, em alguns casos, o uso do Linux pode ser mais interessante para um perfil de usuário, assim como o Windows e o Mac também tem seu público satisfeito com as funcionalidades oferecidas.

Mac não pega vírus?
Para responder essa pergunta, é preciso levar em consideração as divertidas campanhas publicitárias promovidas pela Apple, em que o Windows é satirizado por ser mais facilmente infectado por vírus. Entretanto, essa reputação tem sido abalada por frequentes pesquisas divulgadas por empresas especializadas em segurança, e mais recentemente pela infecção de mais de 600 mil computadores pela praga conhecida como Flashback.

Linux é mais seguro que o Windows?
Não existe sistema operacional 100% seguro. A reputação de o Linux ser mais seguro do que os outros sistemas operacionais está relacionada com a própria maneira como o sistema é operado pelo o usuário, pela disponibilidade de pragas e o método em que as vulnerabilidades são exploradas. Muitos usuários do Windows neglicenciam as atualizações disponibilizadas pelo fabricante, assim como o uso de ferramentas de segurança confiáveis. Ou seja, qualquer sistema operacional desatualizado e más práticas em sua operação podem comprometer a segurança. O Linux não está totalmente imune a ter vulnerabilidades exploradas.

Mac é somente para designers, publicitários e jornalistas?
Não, os computadores da Apple destinam-se a qualquer perfil, mas é preciso avaliar quais são os programas que serão instalados no Mac pois, em alguns casos, pode haver programas com funcionalidades equivalentes.

Linux é o sistema operacional para usuários técnicos, pois difícil de usar?
Não exatamente. Depende. Como já foi mencionado, existem inúmeras distribuições Linux e as mais populares são destinadas a usuários em geral. A confusão que ocorre é porque são destacadas as virtudes de se usar a linha de comando em vez de se instalar um programa. Embora seja uma técnica que permita manter o sistema mais ajustado, ainda assim, se usuários não têm interesse em aprender técnicas avançadas, estarão aptos a usar o Linux.

Mac é mais caro somente por conta da ‘grife’?
Os computadores da Apple geralmente têm um custo mais elevado, principalmente no Brasil. Mas é preciso levar em consideração todos os aspectos sobre a sua aquisição. Um diferencial é o baixo valor pelo o seu sistema operacional. A qualidade do hardware e do acabamento também implicam num valor adicional, além da carga tributária. No “universo” PC existem equipamentos até mais caros do que os produzidos pela Apple, tudo irá depender da configuração em que eles forem montados. Mas também é verdade que, por menos de um terço do valor cobrado por um Mac, é possível adquirir um PC que atenda às necessidades da maior parte dos usuários domésticos.

Linux é gratuito?
Uma tecnologia de código aberto não necessariamente tem que ser gratuita. Empresas desenvolvedores de distribuições Linux como a Red Hat, SUSE, cobram licenças pelo o uso e oferecem níveis de suporte específicos para cada licença adquirida.

Só existem games para Windows?
Existem games para todos os sistemas operacionais, mas a questão é de qual game o usuário está questionando. A oferta dos principais games ainda é predominantemente para o Windows, mas já existe um catálogo significativo para Mac OS X. Já para o Linux existem games muito interessantes, equivalentes aos encontrados para os outros sistemas operacionais. Porém, quem deseja instalar games do Windows no Linux, vai ter que recorrer a programas que emulam as bibliotecas do sistema e tentam proporcionar a sua compatibilidade. Nem sempre a emulação se mostra eficiente.

Linux é mais rápido dos sistemas operacionais?
A otimização do sistema operacional, sem dúvidas, é uma grande virtude encontrada no sistema operacional Linux. Porém, vai requerer uma curva de aprendizado por parte do usuário para que esse refinamento seja implementado com eficiência. Mas mesmo que o usuário opte em usar o Linux, é possível escolher por distribuições que oferecem ambientes gráficos mais leves e por conta disso uma melhora significativa no desempenho.